09 novembro 2013

Bad Day


Nostálgico, deitado naquela cama enorme, sozinho, ele e seus pensamentos mais profundos, tudo tinha passado tão rápido, e lá estava ele, em uma recaída daquela droga toda, daquele amor que ele tinha jurado ter acabado. Frames se passavam em sua mente, todos os momentos vividos, não, ele não tinha perdido tempo, havia apenas ganhado boas lembranças, sorrisos, histórias... mas como nem tudo na vida é como em contos de fadas, ela se foi, e por um momento ele não soube como respirar, teve que reaprender, reaprender a viver sem o perfume dela em seu casaco preferido, viver sem sua voz dizendo bom dia em todas as manhas, e talvez fosse por isso que aquele estava sendo um dia ruim.

A paisagem emoldurada pela janela denunciava o obvio, ele não estava em casa, e por alguns segundos teve que encarar o cenário para se situar, não sabia onde estava, mas certamente era longe, longe de tudo, longe do conforto de sua cama, longe de seus amigos, sua família, de tudo que ele precisava durante aquela recaída. Rapidamente fechou a janela, seria uma desgraça se sua foto estivesse em todas as manchetes em alguns minutos, aquilo era cansativo, era chato, e dentro de alguns minutos ele precisaria sorrir como se a vida fosse a mais bela história escrita por Walt Disney.

Cansado e com respirações profundas, ele olhava seu reflexo no espelho “é apenas um dia ruim” ele repetia para si mesmo, numa tentativa de tirar aquele sentimento de seu coração, e como era mesmo o nome daquilo, pensou um pouco e enfim lembrou-se, saudade, nunca soube o que aquilo significava, afinal aquilo não existia em sua língua, mas agora, tudo fazia sentido, mais do que sentir falta, era como se parte sua tivesse sido arrancada, sem tempo para justificativas.

Sabia que não podia se sentir assim, não tinha tempo para ter dias ruins, o mundo estava gritando seu nome, e ele precisava sorrir e mostrar gratidão, mesmo que no fundo as coisas não fossem como eles imaginavam. Não estava sol, mas o óculos escuro o ajudaria a esconder as marcas da noite mal dormida, as sombras de um fantasma que ele chamava de amor, e que assombrava sua noite, gritando por algo que não voltaria. Sorria, sua presença faz do dia deles o melhor de todos, mesmo que pra ele seja apenas um dia ruim. 

5 comentários:

  1. que lindo!!
    pra vc ter noção do quanto eu amo ele , eu entrei num curso de inglês no final de 2010,só pra entender tudo o q ele dizia. as pessoas me jugam ,fala q eu sou louca ,mas ñ entende meu amor!!. sonho com ele todos os dias,vivo por ele.em 2009 prometir q seria sua fã até eu morrer e estou conprindo isso até hoje!!.
    se eu nunca te ver? ñ importa vc é melhor coisa q ja aconteceu em minha vida, posso ñ esta ao seu lado ,nunca te visto cantar. mas eu gosto de me iludir em frente ao computado, minha vida ñ é perfeita,mas concerteza o seu sorriso torna meu mundo melhor. é só mais uma belieber dizendo q te ama , e daí? mesmo se vc nunca me ouvir continuaria dizendo q te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luv <3 Haha fica tranquila, você não é a unica que passa por essas coisas, muitas outras pessoas, inclusive eu, passam por isso.

      Excluir