07 abril 2013

Os três desejos eram você



O gênio parecia ser um cara inteligente (era o que seu nome dizia), poderia me dar o que eu desejasse, se em troca eu o libertasse da lâmpada. Os três desejos foram apenas um, você, olhos castanhos claros, junto a um sorriso grande e verdadeiro, voz rouca, doce e sexy, movimentos de dança bacanas e um coração doce, carinhoso, que estivesse comigo sempre que eu precisasse, me fazendo sorrir em meio a soluços e  chorar em meio a risos.

Mas sempre me disseram que o gênio entende as coisas de forma errada, e o maldito não me entendeu. O garoto dos sonhos foi feito, e tenho que dizer, com perfeição, mas eu disse que ele deveria ser meu, MEU, me abraçar apertado e deixar seu perfume impregnado nas minhas roupas, ele deveria secar as minhas lágrimas, e me defender quando eu me sentisse vulnerável. Mas o gênio, fez isso de uma forma erronia, e o meu pequeno menino esta agora em um palco, encantando multidões com sua voz doce, e olhar encantador.

Ele deveria me fazer chorar em meio a lágrimas, não posso dizer que ele não faz isso, mas não era assim que eu queria, eu não deveria sofrer com a distância ou com rumores, ele seria meu companheiro e eu iria saber de tudo, na que eu não saiba, mas não é ele que me conta, são os paparazzi e ele nem gosta deles. O garoto deveria ser meu, e agora pertence ao mundo, deveria me fazer sorrir, mas proporciona sorrisos a milhões de pessoas.

O erro do gênio transformou o meu príncipe no príncipe do pop, rei das arenas, dono de milhares de corações. O que deveria ser apenas um sorriso é uma legião e a única garota que deveria ser feliz com suas palhaçadas ganhou irmãs para  o compartilhar. O gênio olhou pra mim e  piscou, dizendo que eu não podia ser egoísta ao ponto de não o dividir, se eu fosse uma boa garota um dia teria seu abraço e seu perfume na minha roupa, falou que o garoto tinha a missão de amolecer corações e fazer as pessoas mais prestativas, ajudar ao próximo e mover multidões. Então que seja assim, aqui estou eu, na frente de um computador, rindo das palhaçadas dele, enquanto choro de saudades do que nunca foi. Mas afinal, não foi isso que eu pedi?


10 comentários:

  1. Nathalya Nascimento7 de abril de 2013 16:34

    NOSSSSSSA!NEM SEI OKE DIZER

    ResponderExcluir
  2. Cara, no último parágrafo juro que eu me arrepiei inteira.
    Muito kajeofuhaedfiAWJ NPwidaoihf afa bom esse texto kkkk
    Nem sei o que dizer. É que tipo, você tem os melhores títulos e os melhores textos do mundo! Fico boba quando eu leio seus textos!
    Af, sei lá kkk
    Amo seus textos.

    Batom De Framboesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai cara, obrigada, sério mesmo, fico super feliz com os seus comentários <3

      Excluir
  3. estou de boca aberta, e chorando em meio a um pequeno sorriso, psé é isso msm q vc leu

    ResponderExcluir
  4. nossa!nem sei se sorrio ou se choro.ops:acho que tô fazendo os dois ao mesmo tempo...

    ResponderExcluir
  5. Seus textos são ótimos, sério mesmo.

    ResponderExcluir
  6. A forma como você as coisa e a forma como você relata o que sente em meio aos seus textos é realmente admirável ,pode ter certeza de que Deus está vendo a sua luta ,e você mais cedo ou mais tarde ainda terá esse braço !!

    ResponderExcluir
  7. A forma como você vê as coisas**

    ResponderExcluir